Medicina Social/Assistência

Rede Integrada de Educação em Saúde

Imagine um espaço digital continuamente atualizado de Recursos Educacionais Abertos relacionados à saúde, qualidade de vida e bem-estar humanos. Desenvolvido e aperfeiçoado de forma livre por profissionais qualificados, com o intuito de melhorar a vida de toda comunidade humana.

Em um mundo no qual informações adequadas se perdem na internet em meio a tantas notícias desencontradas e sem fundamentação científica, a criação de uma plataforma confiável é fundamental.

Possuímos, todos, uma capacidade de autocura impressionante e, tanto nas doenças agudas como crônicas, a importância de reconhecer sintomas como autolimitados ou ameaçadores à vida pode fazer a diferença entre a cura e o controle da doença em tempo hábil ou a morte de um indivíduo. No entanto, sabemos que esta percepção de autocuidado necessita de informações fundamentadas para que seja incorporada como um hábito.

Os Centros de Educação em Saúde (CES) e a Rede Integrada de Educação em Saúde (RIES) estão afetivamente ligadas a projetos já desenvolvidos em meu trabalho com a medicina, voltados ao bem comum com o intuito de criar, instalar e tornar viáveis e sustentáveis ideias para um mundo melhor para todos.

Dr. Rafael Reinehr

Médico especialista em Medicina Interna e Endocrinologia

FAQ

Perguntas frequentes sobre o projeto

É um sistema descentralizado e de inovação aberta dedicado a promover e difundir informação segura sobre Educação em Saúde por todo Brasil.

A partir de um banco de informações essenciais, alimentado por profissionais da área da saúde (embaixadores do projeto), revisado e continuamente aperfeiçoado por estes, de acordo com os principais cuidados para a melhoria e manutenção da vida – médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, educadores físicos e terapeutas em todo Brasil poderão desenvolver ações de Educação em Saúde em suas localidades, utilizando aulas e materiais educativos previamente desenvolvidos para instruir a população interessada em uma determinada afecção, enfermidade ou condição.

O atual sistema, centrado no médico e em outros terapeutas exclusivamente enquanto ferramentas de diagnóstico e tratamento, basicamente reforça um conceito ultrapassado que promove a escassez do acesso à saúde, ao invés de promovê-lo.

Assim, se eu sou portador de Diabete Melito, me inscrevo no Curso de Diabete Melito, com duração de, digamos, 30 horas, que acontece a cada 2 ou 3 meses na Unidade de Saúde da Zona Norte, por exemplo. Se, ao contrário, eu tenho Diabete Insípido (uma enfermidade mais rara), e não houver nenhum curso sobre a mesma em minha cidade, poderei acessar a RIES (Rede Integrada de Educação em Saúde), um banco de dados composto pelos Cursos dados em todo o território nacional e poderei buscar a cidade e estado em que um curso sobre Diabete Insípido (ou outra doença de meu interesse) estará sendo ministrado nos próximos meses.

Na RIES, além da divulgação dos cursos presenciais, ficarão armazenados tanto os materiais didáticos de todos os CES, que serão disponibilizados como Recursos Educacionais Abertos (folders, cartilhas, folhetos explicativos, algoritmos, áudios e vídeos), sempre em linguagem acessível e de fácil compreensão. Cria-se também a possibilidade de profissionais da saúde serem embaixadores da RIES, disseminando de forma presencial o projeto ao público interessado.

contato

Vem fazer parte desse projeto

communis.bonum@gmail.com